quinta-feira, 9 de setembro de 2010

geralmente
ama-se mais do que o coração pode agüentar
mais vezes
por tempos cada vez menores
ama-se muito

...existem as exceções, é claro!

e infelizmente
não faço parte delas

soante

Número total de visualizações de página